top of page

Vez e Voz participa de workshop da ANTT sobre a presença feminina no transporte rodoviário de cargas

Desafios da inclusão de mulheres no setor foram debatidos no evento

Foto: Divulgação ANTT

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) recebeu, na manhã desta terça-feira (5/9), o workshop “Agosto Lilás no Transporte Rodoviário de Cargas (TRC) – Quebrando barreiras para a entrada das mulheres”. Realizado pela Superintendência de Serviços de Transporte Rodoviário e Multimodal de Cargas (Suroc), o evento contou com a presença de diversas convidadas representantes do TRC da iniciativa privada, do setor público e do terceiro setor.

O movimento Vez e Voz apresentou as ações realizadas desde o seu lançamento, em outubro de 2020, e os resultados alcançados até agora. “A iniciativa que nasceu no SETCESP, hoje está em todo o Brasil. São mais de 60 empresas e entidades signatárias atuando para ampliar a presença feminina no transporte de cargas”, explica Camila Florencio, gerente de comunicação do SETCESP e coordenadora do movimento Vez e Voz.


O workshop, que pode ser assistido no canal da ANTT no YouTube, teve o objetivo de estimular o debate acerca do combate à violência conta as mulheres e sua inclusão no TRC, mostrando medidas tomadas pelas entidades do setor. A abertura do evento contou com a presença da gerente executiva da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Daniele Bernardes, a motorista do caminhão “Estrela Delas”, Julianni Sanchez, a representante do Ministério dos Transportes, Luara Nunes, do diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale, dos diretores Guilherme Sampaio e Felipe Queiroz, e do superintendente do Transporte Rodoviário e Multimodal de Cargas da ANTT, José Aires Amaral Filho.

Após a abertura, a programação do evento foi dividida em painéis que evidenciavam a importância do tema. Foram debatidos “A força dos movimentos sociais na inclusão das mulheres no TRC”, com participação de Camila Florencio, do movimento Vez e Voz; Suzana Soncin, do movimento Rota Feminina; Ebru Semizer, do movimento A Voz Delas; e Michelle Holperin, do movimento Mulheres na Regulação.


Dar visibilidade ao assunto e debater as soluções efetivas considerando todas as esferas envolvidas é essencial para mudarmos o cenário atual de apenas 15% de mulheres no transporte rodoviário de cargas. “Assinar o compromisso público que une os movimentos ao poder público em prol desta causa é o primeiro passo para acelerar a jornada em busca da equidade de gênero no setor”, comemora Camila Florencio.

Na sequência, o painel “Empresas que contratam mulheres”, contou com participação Gislaine Zorzin, da Zorzin Logística, e Fernanda Machado, da CONLOG Logística; ambas também signatárias do movimento Vez e Voz.

A programação ainda contou com os painéis “Novos horizontes para as condições de trabalho das mulheres no TRC” e o “O papel do homem no enfrentamento à violência contra a mulher: um olhar a partir da PNAISH”.


No evento também ocorreu a assinatura do Manifesto em Prol da Mulher no Setor de Transporte Rodoviário de Cargas. Participaram da assinatura a diretora adjunta do Instituto de Transporte e Logística (ITL), Eliana Costa, representante do movimento Vez e Voz, Camila Florêncio, e do movimento Rota Feminina, Suzana Soncin.


Assista abaixo ao workshop Agosto Lilás no Transporte Rodoviário de Cargas (TRC) – Quebrando barreiras para a entrada das mulheres.





bottom of page