top of page

Referência em Logística Emergencial, a Prestex também é referência em equidade de gênero

Atualizado: 2 de abr.

A empresa possui 62% de mulheres em seu time, sendo 22% em cargos de gestão. Números bem diferentes da realidade do setor, ainda predominantemente masculino


Foto Divulgação Prestex

“Não é só sobre o quanto você trabalha, mas sobre o quanto você é reconhecida também. Muitas vezes o principal desafio da mulher é ser notada. Mas eu sempre tirei de letra, pois tenho uma personalidade fortíssima. Sempre deixei bem claro que o meu lugar é onde eu quero estar e estou!”

A afirmação da supervisora de operações na área logística, Amanda de Abreu, de 37 anos, mãe da pequena Melina, de 1 aninho, demonstra a segurança de quem encontra apoio e parceria no mundo corporativo.

Ligada no 220, ativa e reativa, como se autodescreve, Amanda começou a trabalhar na Prestex em um cargo administrativo, há 12 anos. Hoje, na posição de gestora tem o olhar de quem, por mérito e reconhecimento, conquistou um cargo ainda de predominância masculina no mercado de logística. “Quando você é um líder, é mais sobre os outros e menos sobre você, aprendi com meu gestor também. É preciso cuidar, acolher, tratar. Olhar a pessoa com empatia, mas também visando que tenha resultado como profissional, com responsabilidades.”

Referência em logística emergencial B2B, há 20 anos no mercado, a Prestex vem trazendo referências também em equidade profissional no setor. Amanda encorpa a porcentagem expressiva de mulheres na empresa: 62% do total, número bem diferente da realidade no segmento. Segundo pesquisa realizada entre 2022/2023 a pedido do SETCESP (Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo e Região), nas empresas de Transporte de Cargas a proporção de mulheres representa 15% dos profissionais, e somente 3% delas estão em cargos de gestão. Na Prestex 22% das mulheres ocupam cargos de gestão.

Segundo a diretora de compliance da Prestex, Elizabete Loz, a inclusão e a diversidade cada vez mais trazem vantagens competitivas para o crescimento das companhias. De acordo com dados da consultoria McKinsey, a diversidade de gênero está relacionada tanto com a performance financeira como com a criação de valores na corporação. “Equidade de gênero, equiparação salarial, diversidade, sustentabilidade, são pautas que estavam muito distantes das pequenas e médias empresas, até 5 anos atrás, e hoje estão se tornando realidade."



Foto Divulgação Prestex: Amanda Abreu Supervisora de Operações Logísticasde

A executiva destaca algumas das ações que já fazem parte da rotina da Prestex, como trabalho remoto, híbrido ou outros arranjos flexíveis, novas oportunidades de aprendizado e desenvolvimento por meio de plataforma e-learning corporativa, práticas esportivas, terapia on-line, enfim, benefícios que focam no equilíbrio entre vida pessoal e o trabalho.” Além dos benefícios, a executiva lembra que a política da empresa precisa estar atrelada ao desenvolvimento de competências, à progressão salarial por qualificação e tempo no cargo para que não haja disparidade por questão de gênero. A Prestex também é parceria do Movimento Vez & Voz criado pelo SETCESP, que apoia mulheres no transporte.

Liderança feminina na Prestex, Elizabete Loz está à frente de projetos em áreas como ESG e Compliance, nas quais as mulheres também são presenças dominantes. Como especialista há mais de uma década no setor, Elizabete destaca as características femininas que contribuem para o crescimento corporativo na Logística: “Senso de urgência, criatividade, olhar preventivo, coragem e ao mesmo tempo sutileza.”

A supervisora de operaões, Amanda Abreu, também ressalta as habilidades que, segundo ela, fazem seu coração ferver: estratégia, perspicácia e sagacidade na operação logística. “Minha paixão pela logística é a parte de fazer acontecer, ver que o seu planejamento, a sua estratégia fez alguma coisa importante chegar em algum lugar necessário, fazendo uma máquina que estava parada voltar a funcionar, entregando medicamentos, vacinas, álcool, máscaras, como foi na pandemia.”

Com foco na  logística emergencial aérea para a Indústria da Transformação e Indústria de medicamentos, a Prestex tem selecionado mulheres para diversos cargos, desde jovens aprendizes até às áreas de prospecção, fiscal, contas a receber, marketing e setor comercial. Segundo a gerente de Gente e Gestão da empresa, Márcia Yoshida, o setor é promissor e as mulheres estarão cada vez mais presentes, não por imposição, mas pelas características que possuem: “Nosso Departamento comercial, por exemplo, é majoritariamente feminino, diferente das demais empresas. Vejo isso como um diferencial no atendimento, mais cuidadoso, cauteloso e empático”. Segundo Márcia, para trabalhar inclusão, diversidade e abrir oportunidades, já há empresas desenvolvendo inclusive carreiras específicas para mulheres como motoristas de ônibus, carreteiras e frete.  


Fonte: Prestex

37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page