Viviane Girardi é a primeira mulher a presidir a Associação dos Advogados de São Paulo

Pela primeira vez, em 77 anos de fundação, a AASP - Associação dos Advogados de São Paulo será presidida por uma mulher, a advogada da área de Família e Sucessões Viviane Girardi, eleita, por unanimidade, pelo Conselho Diretor da entidade, nesta quarta-feira (16/12). Na ocasião, também foram eleitos os demais diretores. Todos assumem suas funções em 1º de janeiro de 2021.

Após a eleição, a presidente eleita da AASP, Viviane Girardi afirmou:


"Em 77 anos, a AASP tem, pela primeira vez, uma mulher ocupando a presidência e outra a vice-presidência. Isso é motivo de orgulho para todas nós mulheres, porque transcende a Associação dos Advogados de São Paulo e demonstra o que é a trajetória das mulheres em busca da representatividade e de ocupação dos espaços de poder. Não é uma busca da representatividade e dos espaços de poder por uma questão de divisão e de luta; muito pelo contrário, por trás disso há uma trajetória, há uma caminhada, há uma luta das mulheres, não sem o peso e o ônus desconhecido pelos nossos pares homens. A trajetória das mulheres é marcada de forma diferente. É preciso lembrar que a nossa sociedade é marcada pelo patriarcado, que determinou os lugares das mulheres na vida doméstica e no ambiente privado, dando aos homens a esfera pública e as esferas de ocupação de poder. Durante muito tempo, nós mulheres não tínhamos voz e na verdade eram os homens que determinavam o que era bom ou ruim para nós mulheres. Atuo na área de família e quero destacar que quando as mulheres se casavam elas perdiam relativamente a capacidade, isso é algo muito significativo e demonstra muito o que foi a sociedade brasileira dos resquícios em relação a isso."

Girardi complementou: "A advocacia está cada vez mais se feminizando, se tornando uma profissão majoritariamente de mulheres, embora nós tenhamos ainda muita dificuldade em chegar aos cargos de chefia e de poder. Nos grandes escritórios, por exemplo, temos uma massa de 50 a 60% de mulheres formando a estrutura de trabalho, não obstante o número que chega aos cargos de poder seja de 30%."


Ela declarou ainda: "A AASP, refletindo o atual momento da sociedade, nos últimos anos reconhece a presença feminina na advocacia, percebe e tem a sensibilidade para o fato do enorme contingente de mulheres associadas e sente que elas precisam estar representadas e reconhecidas, que tenham espaço, voz e participação. Nós podemos contribuir muito com a visão que temos da sociedade".


A composição da nova diretoria é a seguinte: Viviane Girardi, presidente; Fátima Cristina Bonassa, vice-presidente; Mário Luiz Oliveira da Costa, 1º Secretário; Eduardo Foz Mange, 2º Secretário; André Almeida Garcia, 1º Tesoureira: Paula Lima Hyppolito dos Santos Oliveira, 2ª Tesoureira; Silvia Rodrigues Pereira Pachikoski, Diretora Cultural; Ruy Pereira Camilo Junior, Diretor Adjunto e Flávia Hellmeister Clito Fornaciari Dórea, Diretora Adjunta.


Perfil da presidente eleita

Viviane Girardi, atual vice-presidente da AASP, é advogada especialista em Direito de Família e Sucessões. Doutora em Direito Civil pela USP. Mestre em Direito Civil pela UFPR - Universidade Federal do Paraná. Especialista em Direito Civil pela Universidade de Camerino, Itália. Na AASP ocupou os cargos de Diretora Cultural (2015 e 2016); 2ª Secretaria (2017); 1ª Secretária (2018); Vice-presidente (2019 e 2020).


Fonte: AASP

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo