Empreendedorismo feminino no Brasil aumenta 41% durante a pandemia, diz LinkedIn

Representação da liderança feminina no Brasil é de 27%, abaixo da média global de 31%, segundo a pesquisa



A quantidade de mulheres que começaram a empreender cresceu globalmente durante a pandemia, de acordo com dados do LinkedIn.


No Brasil, a porcentagem de novas empreendedoras aumentou 41% em 2020, em comparação com crescimento de 22% em relação aos homens que começaram a empreender no período.


Os dados da plataforma mostraram que a representação da liderança feminina no Brasil é de 27%, o que coloca o país na 27ª posição dos países citados pela pesquisa e abaixo da média global de 31%.


O aumento de mulheres empreendedoras é visto como consequência de uma série de desafios que elas enfrentam em suas vidas profissionais.


A pandemia fez com que muitas mulheres tivessem que assumir a dupla responsabilidade de trabalhar e cuidar de casa ou da família, forçando-as a buscar mais flexibilidade do que a oferecida por seus empregadores, aponta o estudo.


Além disso, a probabilidade de promoções internas de liderança para os homens foi 52% maior em relação às mulheres, em média, em 2021, segundo ano da Covid-19.


Fonte: CNN

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo