top of page

Kamila Oliveira: “Não tenho dúvida de que vamos atingir a equidade de gênero”

Kamila Oliveira Assistente de Qualidade na Picorelli
Acervo pessoal

Faz um ano e três meses que estou no setor de transportes. Trabalhar como assistente de Qualidade aqui na Picorelli foi uma grata surpresa, porque em toda a minha carreira eu só havia lidado com temas ambientais.

Sou engenheira sanitarista e ambiental, também especialista em Engenharia da Segurança do Trabalho.

Hoje, atuo nas minhas duas áreas de formação. Sou sócia e responsável técnica na I&K Consultoria Ambiental e na Picorelli S. A. Transportes desenvolvo atividades relacionadas à segurança dos colaboradores.

Me considero realizada na minha carreira, porque venho de uma origem humilde. De um bairro carente do município de Juiz de Fora/MG, onde as expectativas são baixas. Trabalhei muito para chegar onde estou.

O que me deixa mais realizada no dia a dia na transportadora é a oportunidade de passar conhecimento para os colaboradores, através dos treinamentos e, também deixar as pessoas mais seguras. Sou eu quem realiza a distribuição dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

A maior dificuldade no setor de transportes é o dinamismo de como tudo muda rapidamente. Especificamente para mim, acaba sendo um desafio a diferença dos turnos de trabalho dos funcionários. Preciso ajustar constantemente as janelas de horários, para que todos possam realizar os treinamentos.
Kamila Oliveira Assistente de Qualidade da Picorelli
Acervo pessoal

Mas gosto muito do que faço e nem de longe penso em mudar de área. Sinto que tenho muito a conquistar aqui na Picorelli. Quero crescer profissionalmente, chegar a um cargo de liderança, como o de supervisora ou gerente.

Considerando o grande número de informações que temos que processar todos os dias, conciliar as tarefas da vida pessoal com a da profissional nem sempre é fácil. Só que para ter felicidade temos que saber equilibrar cada coisa. É assim que tenho feito.

Acredito que ainda falta muito para o Brasil alcançar a equidade de gênero no campo profissional, mas com os movimentos como o Vez & Voz e o fortalecimento da pauta ESG no mercado, isso já vem ampliando a expansão das mulheres em vários ramos, inclusive no de transporte.

Não tenho dúvida de que atingiremos um dia a equidade de gênero. O mundo caminha para isso.

Só de você estar lendo este texto e participando do movimento, esse já é um grande passo para a luta pela equidade.

E as empresas precisam continuar a investir em ações sociais e de governança. A valorização das mulheres e a promoção da igualdade de gênero tem de partir principalmente das diretorias das organizações, pois o exemplo vem de cima.

Em um lugar em que somos a minoria, a gente sente alguma dificuldade de impor nossas ideias.

O meu começo foi assim, mas com o tempo de casa e tendo uma postura firme, mesmo sendo gentil, comecei a ser mais ouvida. Acho que isso tem a ver com a confiança que vem com o tempo.

É essencial que as mulheres lutem pelos seus direitos e pelo seu lugar nos espaços, onde a sociedade do passado estabeleceu que seriam apenas dos homens.

A mulher tem que poder escolher onde ela quer estar. Nada deve nos limitar. Nós mulheres devemos sempre lutar para realizar os nossos sonhos.

Por Kamila Oliveira, assistente de Qualidade aqui na Picorelli Transportes.

14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page