top of page

No mês de novembro, live do Vez & Voz discute diversidade racial no TRC



O Vez & Voz realizou, nesta terça-feira (28), em seu canal no YouTube, um bate-papo para falar sobre as particularidades, contribuições e desafios enfrentados pelas mulheres negras no setor de transporte rodoviário de cargas.

“Estamos dando mais um passo rumo à equidade de gênero, destacando aqui a presença, ou melhor dizendo, a não presença, de mulheres negras e o quanto é necessário mudar este quadro”, disse Dandara Melo, que integra a equipe do Vez & Voz e mediou a conversa só com participantes negros.

Apresentando as dificuldades que as mulheres negras enfrentam no País, Dandara expôs uma pesquisa que apontou que profissionais negros, com o mesmo grau de instrução e experiência de profissionais brancos, ganham 13% a menos.

Micael Vital, psicólogo organizacional do SETCESP, explicou sobre o quanto o racismo estrutural está atrelado a desigualdade econômica e que as leis de incentivo para cotas não significam uma vantagem, e sim, uma reparação.

“É preciso fazer o recorte histórico e entender que foram mais de 300 anos da escravidão no País. Depois da abolição, os negros foram retirados das fazendas e marginalizados. Até hoje, seguem em sua maioria em bairros periféricos. Essas leis são para reparar aquilo que deveria ter sido feito após a escravidão”, esclareceu.

Uma das participantes, Kássia Ferreira, assistente de qualidade na RGLog, contou que por muitos anos se sentiu excluída nas organizações na quais trabalhou. Somente nos últimos anos, e na RGLog, conseguiu desenvolver um sentimento de pertencimento. “Sempre tive apoio do meu gestor, já fui promovida aqui dentro e sinto que estou avançando”.

Outra convidada, Luciana Alves, assistente de RH na CONLOG, também compartilhou sua trajetória profissional. “Sofri preconceitos, pelo meu cabelo e cor da minha pele. Já fui contratada e desligada em 45 dias sem saber o motivo. Mas sempre estudei, levantei a cabeça e segui em frente. Hoje estou muito realizada aqui na CONLOG”.

Bastante emocionada, ela fez questão de pontuar: “o que eu tenho para falar a mulheres e homens negros é que vocês são incríveis e capazes. Nunca deixem ninguém diminuir a grandeza que existe em vocês”.

“Obrigada por vocês estarem conosco nesta discussão e que haja mais temáticas como esta. Estava ansiosa para falar das mulheres negras. É importante abordar este assunto”, reconheceu Dandara por fim, agradecendo as mais de 200 pessoas que assistiam a live ao vivo.

Não conseguiu acompanhar a live? Ainda é possível assistir à transmissão. Clique e acesse o conteúdo.

Importe: as inscrições para o 1º Prêmio do Vez & Voz estão abertas. Inscreva sua empresa e participe. O prazo se encerra em 15 de dezembro.

9 visualizações0 comentário
bottom of page