top of page

SETCESP tem em sua liderança grande participação de mulheres

Atualizado: 23 de fev. de 2023

Diferente do que ocorre na maior parte das organizações do transporte rodoviário de cargas, a entidade possui em seu quadro de colaboradores mais profissionais do gênero feminino


Antes de criar o Vez & Voz, a diversidade já era uma preocupação no SETCESP. Depois do movimento, o objetivo de fazer a lição de casa aumentou ainda mais.

Se o sindicato por meio do Vez & Voz teve por iniciativa incentivar mais a participação de mulheres no setor, foi preciso olhar para dentro de si e avaliar no que se podia melhorar, até mesmo para não faltar o bom exemplo.

Hoje, 73% dos colaboradores que compõem a organização são mulheres. Ocupando os cargos de liderança a participação feminina chega à extraordinária proporção de 83%. Sem contar, que é uma das poucas entidades que tem uma mulher em sua presidência executiva.

Gestoras do SETCESP


Quem atua como gestora no SETCESP é a Silmara Balhes, coordenadora de eventos. Para ela, a presença feminina em cargos de liderança nas empresas traz um ambiente mais acolhedor.

“A mulher por sua natureza é muito mais sensível e compreensível do ponto de vista das relações humanas. Acima de tudo, quando falamos de questões práticas, a mulher costuma ser proativa”, argumenta.

“Aqui no SETCESP, temos buscado profissionais que se encaixam no perfil de nossas vagas, avaliando apenas suas qualificações e competências. Orientação sexual, gênero, raça e religião não são requisitos em nossos processos seletivos”, revela a responsável pelo RH na entidade, Itala Santos.


Ana Jarrouge, presidente executiva

Santos afirma que promover a diversidade dentro da empresa vai muito além de respeitar e aceitar as diferenças. “No mundo globalizado em que vivemos, é necessário entender a importância de se ter perfis diversos no dia a dia de uma empresa, o que produz maior criatividade e engajamento”.


Ana Jarrouge, a presidente executiva do SETCESP, também chama atenção para o fato de que a diversidade traz resultados positivos. “Somente uma equipe diversa é capaz de produzir inovação e fatores essenciais para o crescimento e perenização de qualquer negócio”, diz.


Ela acrescenta que a diversidade gera ‘o novo’, para que o cliente ou consumidor que também é extremamente diverso, seja atraído e conquistado. “Afinal esse é o objetivo de todo negócio: atrair e reter clientes”.


A presidente executiva ainda aponta que toda a organização do país deveria refletir a mesma representatividade que a gente vê na sociedade brasileira, para a construção de um cenário mais igualitário.


Se a sua empresa também tem a intenção de seguir ações para a ampliação da igualdade de gênero, acesse o nosso Guia de Boas Práticas e tire de lá boas ideias.

57 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page