top of page

Vera Naves: “Meu desejo é que nenhuma mulher se sinta diminuída, pelo fato de ser mulher”

Comecei a trabalhar na Rodonaves quando tinha 17 anos. Foi assim que iniciei a construção da minha trajetória profissional no setor. Fui de auxiliar administrativa – função em que emitia documento de frete e atendia telefone, aos cargos de diretora administrativa e financeira. Hoje, sou vice-presidente e conselheira.


Vera Naves
Divulgação Assessoria

 A bagagem que adquiri ao longo da carreira me proporciona uma visão ampla do setor. Acompanhei diferentes momentos do mercado, além de superar dificuldades internas. Uma vez, passamos por um momento muito duro, quase perdemos a nossa sede e frota após um vendaval, em 1994.

 Contudo, as dificuldades me fortaleceram como profissional e gestora. O setor de transporte e logística é árduo, mas também é repleto de oportunidades.

 Várias coisas me encantam no meu trabalho, mas posso dizer que quando penso que, hoje, mais de 10 mil pessoas fazem parte da “nossa família Rodonaves”, que escolheram a nossa empresa para se desenvolverem pessoal e profissionalmente, me emociono.

Gosto muito de pensar na nossa responsabilidade enquanto empresa. Ano passado, por exemplo, realizamos 436 movimentações por recrutamento interno e 161 promoções. Isso certamente me deixa feliz.

Sou muito realizada pessoal e profissionalmente, graças a Deus. Vejo que minha trajetória foi construída com muita fé e trabalho.

Vera Naves
Divulgação Assessoria

Sempre tive fé em Deus, e nos momentos de dificuldade me apeguei a isso, na certeza de que eu nunca estive sozinha, encontrando refúgio na oração, por isso nunca pensei em mudar de área ou fazer qualquer outra coisa.

Nosso mercado tem muita desigualdade, sei disso e ainda há um longo caminho a ser trilhado. Só que mesmo o nosso setor sendo bastante masculino, posso dizer que nunca me senti intimidada, ou ignorada. Tenho consciência de que, infelizmente, não são todas as mulheres que têm essa segurança, por isso precisamos e estamos agindo para aumentar a nossa representatividade no setor.

 Para avançarmos neste processo de transformação é essencial que empresas invistam em programas de atração de talentos femininos, com formação de mão de obra especializada.

 Um exemplo que observo com muito potencial de expansão é o programa de formação de mulheres motoristas. Essa é uma profissão com predominância masculina no mercado, mas queremos que as mulheres também tenham espaço nesta profissão, se assim desejaram.

 Atualmente, contamos com 22 mulheres motoristas e, certamente, essas profissionais são exemplos. Suas histórias podem incentivar muitas outras mulheres que estão a procura oportunidade no mercado de trabalho. 

Dentro do nosso processo de recrutamento buscamos esse equilíbrio com a participação de profissionais de todos os gêneros para garantir equidade. Salários iguais para homens e mulheres pode parecer óbvio, mas em muitos lugares isso não é praticado, o que é um absurdo.

Em 2023, demos início a uma parceria com a Fabet (Fundação Adolpho Bósio de Educação no Transporte) e tivemos a formação da primeira turma de mulheres motoristas. Elas foram integradas no nosso time.

Neste ano, teremos 24 novas capacitações de mulheres pela Fabet, pois meu desejo é que nenhuma mulher se sinta diminuída, pelo fato de ser mulher. Aqui queremos oferecer as mesmas oportunidades.


Vera Naves
Divulgação Assessoria

Foi também a partir disso que decidimos criar no Grupo o ‘Mulheres em Movimento’, um programa que tem como missão tornar cada mulher protagonista de própria história.

No geral, sabemos que ainda há muito a ser feito para alcançarmos a equidade. O fato é que seguimos sempre incentivando que os ambientes de negócios sejam mais igualitários, sustentáveis, transparentes e íntegros. Aliás, esse é um papel de todas as empresas. 

Vera Naves
Divulgação Assessoria

Como uma liderança feminina no setor, quero inspirar outras mulheres a conquistarem seu espaço nesse no transporte de cargas a partir de minha experiência. Sempre reforço que mulheres e homens devem ter as mesmas oportunidades para poderem trilhar caminhos iguais.

Para as mulheres que já atuam no setor de transportes, e também àquelas que pensam em fazer parte desse universo, minha mensagem é: acreditem no potencial de vocês, busquem conhecimento, se capacitem e sejam fortes. Juntas, podemos transformar e ampliar a presença feminina em importantes setores da economia nacional.

 


Por Vera Naves, vice-presidente e conselheira do Grupo Rodonaves

29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page