A iniciativa ‘Com elas’ na Fenatran valoriza a crescente força feminina no setor

Além de vários conteúdos sobre o tema nos canais da Fenatran, o evento irá sediar o 1º Fórum de Mulheres no Transporte e Logística na Arena de Conteúdo da feira


Foto Divulgação: Uma parte do time de mulheres que fazem a Fenatran

A FENATRAN é o palco onde as tendências do setor de transporte e logísticas são lançadas no mercado e, por isso, sempre aborda assuntos relevantes para o segmento. Dados recentes mostraram que a participação feminina neste setor cresceu 61% em São Paulo e, diante disso, a 23ª edição da Fenatran nos próximos dias 7 a 11 de novembro lança a iniciativa “Com Elas na Fenatran”, que visa dar luz a projetos do mercado em prol da inclusão da mulher.


O dado veio de um estudo recente elaborado Instituto Paulista do Transporte de Carga (IPTC), órgão de pesquisa associado ao Setcesp, um dos parceiros nessa iniciativa da Fenatran. E em uma edição da feira em que as mulheres lideram a condução de diversas frentes, nada mais em linha do que o lançamento do “Com Elas na Fenatran”. Ana Paula Pinto, gerente da feira, comemora a oportunidade de levar valor para o mercado também neste aspecto: “A Fenatran sempre será um espaço aberto, tanto no ambiente físico quanto no digital, para a reunião do setor. E, neste sentido, evidenciar a sua pluralidade faz parte dessa união”, reforça ela.


Assim como o Setcesp com o seu “Vez e Voz” (www.vezevoz.org), a iniciativa “Com Elas na Fenatran” busca mostrar projetos de outras entidades do setor que têm o compromisso de valorizar e ampliar a presença feminina. Fazem parte também o “A Voz Delas”, da MercedesBenz (www.avozdelas.com.br), e o Rota Feminina – movimento impulsionado por várias empresas do Ecossistema de Transporte e Logística (LinkedIn Rota Feminina / Instagram @rotafeminina.move).


A Arena de Conteúdo da Fenatran, que estará localizada na rua principal da feira, será o palco de conteúdos neste contexto durante o 1º Fórum de Mulheres o Transporte e Logística, no dia 11 de novembro. Serão apresentados os projetos das entidades parceiras da iniciativa, mostrando como ampliá-los no ecossistema como um todo, além do valor agregado aos negócios que a participação de mulheres leva ao setor. Também serão abordados os desafios encontrados na jornada, como por exemplo: desigualdade em posições executivas e de conselho, preconceitos, falta de estrutura nas rodovias e pontos de paradas, rede de apoio, entre vários outros.


Fonte: Divilgação RX

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo