“Cleane Alves - Pessoas felizes e reconhecidas trazem bons resultados”




Quando decidi que era hora de ter uma formação e fazer uma faculdade, não tinha uma ideia exata de que área escolher.


Mas ao ponderar as opções, acabei me decidindo por Logística. Assim iniciei a faculdade, e foi amor à primeira aula. Esse foi o primeiro passo, e hoje estou há 11 anos no setor de transporte rodoviário de cargas.


Essa é uma área muito dinâmica. Para realizar um bom transporte você nunca está sozinho. É um trabalho de formiguinha, em conjunto. Começa pelo o cliente, passa pelo atendimento, setor de carga e descarga, de apoio, motorista, até chegar ao recebedor da carga.


Vivemos tudo isso, e estamos expostos a outros fatores que fogem de nossa alçada, como congestionamentos, problemas de infraestrutura e picos de demandas sazonais.


No transporte tudo é urgente, nada pode atrasar. Todos são prioridades, e os esforços estão totalmente concentrados para que a carga chegue ao destino final.

Então, para mim, o grande desafio é fazer a junção do trabalho em equipe, para poder deixar o cliente satisfeito.


Nessa rotina intensa e agitada, sempre me pergunto como consigo ser profissional, mulher, mãe e esposa? Cuidar de casa, e ainda, tirar aquele tempinho para o lazer? Na verdade, nem sei explicar se é possível fazer tudo isso! Mas me empenho muito para conciliar cada coisa, acho que esse é o segredo; esforço e equilíbrio. E no final, tudo dá certo!


Não vou dizer que nunca tive vontade de desistir, só que aí penso: não conseguiria viver sem essa correria. Essa adrenalina é boa demais. Só quem vive de transporte sabe.



Quando vejo o olhar das pessoas na transportadora, percebo que estão ali porque gostam. E eu acredito muito que pessoas felizes e reconhecidas trazem sempre bons resultados dentro de uma empresa. Resultado alcançado, igual a equipe motivada e unida. Sabe, é uma satisfação imensa!


Dentro da área de transporte nunca me senti rechaçada por expor minhas opiniões. Isso em nenhuma das empresas que trabalhei. Sempre tive a liberdade de falar o que quisesse. E mesmo que no final, a escolha fosse outra, ao menos me sentia satisfeita em evidenciar meu ponto de vista. Isso nos dá uma sensação de autonomia.


Por falar em autonomia, acredito que nós mulheres estamos no caminho certo, no entanto, ainda há barreiras a serem superadas.


Para alguns somos consideradas o sexo frágil. Existem empresas que não querem lidar com a questão da maternidade e outras que, acham que no transporte não pode ter vaidade. Uma grande pena dessas que pensam assim.


Somos uma força de trabalho extremamente competente. E já adianto que, por isso, deveríamos ser remuneradas com mais equidade. É importante essa questão salarial. Outra coisa que as empresas deveriam deixar de lado é a ‘famosa indicação’ e realizar contratações e promoções, pelo que cada um traz de resultado.


Posso dizer que fico feliz demais em saber que existem muitas mulheres guerreiras, esforçadas que lutam para que possamos atingir esse equilíbrio em relação a cargos e salários. Quanto mais nos unirmos neste sentido, melhor resposta teremos sobre isso.


Como mulher, acredito que vivemos um grande momento. Cada vez que nos valorizamos, mais reconhecimento temos.


Para finalizar, só gostaria de deixar uma mensagem: cuidar das pessoas ao nosso redor trará o excelente resultado que esperamos!


*Por Cleane Alves – Supervisora Operacional na RGLog


Conecte-se com a Cleane no LinkedIn


22 visualizações0 comentário