Gislaine Zorzin: Não somos menos do que ninguém

Atualizado: 2 de ago.


Acervo pessoal

Comecei a trabalhar com 14 anos no transporte rodoviário de cargas, e desde esse início, já se passaram mais de 33 anos. Meu ingresso foi na Zorzin Logística, uma empresa familiar fundada em 1970 pelo meu avô, que era caminhoneiro.

Quando ele faleceu, meu pai veio para São Paulo com a intenção de vender o caminhão dele e depois voltar para Americana/SP, onde morávamos. Só que ao chegar aqui, viu que tinha muitas oportunidades no transporte. Então, planejou ficar em São Paulo só por um ano, tentar ganhar algum dinheiro e depois voltar para interior. Mas definitivamente, nós nunca voltamos para lá.

Na empresa, desempenhei diversas funções. Emitia o conhecimento de transporte, fui responsável pelas contas a pagar e o contas a receber, e também fiquei na área de Recursos Humanos. Hoje estou como diretora administrativa.

O transporte sempre esteve na minha vida, porque sempre me ocorreu de uma forma muito natural. Eu cresci no pátio na transportadora. Convivi com esse ambiente, assim foi um tanto lógico seguir por esse caminho.

Ao engravidar do meu primeiro filho, eu optei por me afastar da transportadora, só que quando estava avaliando voltar, eu fiquei grávida novamente. Então, eu tirei um período para cuidar mais de perto dos meus dois meninos. Logo que os dois fizeram cinco e seis anos, respectivamente, eu tive a alegria de voltar para a Zorzin.


Acervo pessoal

Com os meus filhos, passei por um período de adaptação para conciliar empresa e vida pessoal, mas deu tudo certo. Nós mulheres nos vemos um tanto quanto obrigadas a dar conta da casa, dos filhos e da carreira. Eu costumo levar bem essas coisas, porque não sou uma pessoa super exigente comigo mesma.

Faço o que posso, porque o que eu posso fazer é o melhor que eu tenho para oferecer.

Meu marido contribui muito em toda a nossa vida familiar. As pessoas não gostam que fala que o marido ajuda, porque é obrigação deles, mas no meu caso quando eu digo que ele me ajuda; é porque me apoia em todos os sentidos, tanto que me dá suporte para fazer as coisas profissionalmente. Quando estou em viagem, se encarrega de tudo em casa.

Fico feliz em saber que desempenhamos um trabalho essencial, trabalhamos com produtos químicos, e a química está em tudo o que é fabricado, entretanto o que mais me alegra é o fato de gerarmos emprego.

Se aumentamos o quadro de funcionários, a gente não vê isso como um custo, e sim, como uma forma de fazer a diferença na vida das pessoas.

Considero que estou no melhor momento da minha carreira. Estou bem mais participativa, escrevendo artigos, gravando podcast, fazendo novos contatos e marcando presença nas reuniões COMJOVEM SP. Aliás nesses encontros, conseguimos não somente dividir as mesmas dificuldades, mas também as mesmas alegrias.

E sim, as adversidades existem, mais até do que as facilidades. A legislação muda muito, além disso, enfrentamos uma oscilação terrível do preço do diesel, o que deixa ainda mais desafiador equilibrar as contas para manter a empresa funcionando com estabilidade.

Acervo pessoal

Movimentos como o Vez & Voz se tornaram imprescindíveis para mostrar que a mulher pode fazer parte desse universo do transporte. Toda mulher acaba representando outras mulheres, portanto, precisamos mostrar o nosso valor nos setores que atuamos e nas empresas que lideramos.

Temos um terreno muito grande para crescer para apresentar as coisas que fazemos. As mulheres produzem e agregam muito, possuem um diferencial de criatividade e sutileza, conseguem fazer um tipo de entrega diferente.

Estou no setor desde tão nova, que é bem provável que eu tenha sofrido algum tipo de discriminação por gênero, digo isso, por esse ser um setor bastante masculino, mas eu não lembro de isso ter me incomodado a ponto de hoje eu conseguir recordar.

O Brasil está caminhando rumo a essa equidade de gênero, talvez mais devagar do que gostaríamos, mas sim, estamos avançando. Afinal, não somos menos do que ninguém!


Por Gislaine Gerin Zorzin - Diretora Administrativa da Zorzin Logística

Conecte-se com a Gislaine pelo LinkedIn

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo